Educação Educação Especial

Exposição reúne maquetes de patrimônios históricos da cidade de Atalaia

Exposição foi promovida pela Semed, através da Coordenação da Educação Especial.

17/10/2019 17h05 Atualizada há 10 meses
1.700
Por: Phablo Monteiro
Maquete do prédio onde funcionou o Colégio Normal Nossa Senhora das Brotas.
Maquete do prédio onde funcionou o Colégio Normal Nossa Senhora das Brotas.

Em mais uma ação do Projeto “Atalaia: Nossa Gente, Nosso Orgulho”, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), através da Coordenação da Educação Especial, promoveu na manhã desta quinta-feira (17), no Centro Social Atalaiense, uma exposição de maquetes de prédios e locais históricos do município, que foram confeccionadas por alunos com necessidades especiais, com o apoio dos professores das Salas de Recursos.

Quem visitou a exposição teve a oportunidade de conferir réplicas de construções históricas como as Igrejas de Nossa Senhora das Brotas e de Nossa Senhora da Conceição, do Colégio Estadual Floriano Peixoto, do antigo Colégio Normal Nossa Senhora das Brotas (atual Escola Jabes Francisco), a não mais existente Estação Ferroviária, a antiga Usina Ouricuri, a Praça Bi-Centenário, assim como também do principal ponto turístico do município na atualidade, a Reserva Ecológica de Santa Tereza. Também foram expostos fotos antigas destas localidades e textos que contavam suas respectivas historias.

Na oportunidade, a coordenadora da Educação Especial, Emanuely Pereira, destacou a importância do projeto. “Espero que todos tenham gostado da exposição que serviu para mostrar também que os nossos alunos, mesmo com suas dificuldades, são capazes e que podem sim contribuir. Este projeto veio para dar oportunidades”, destacou.

Para o vereador Fernando Vigário, projetos como esse é fazer com que o passado volte ao presente. “Vendo essas fotos, o convívio social do passado volta ao presente nas nossas lembranças, principalmente para os mais antigos. É a historia de Atalaia sendo discutida por aqueles que nem viveu esse período. É um trabalho importante e que deve fazer parte do calendário escolar municipal, pois trabalhos como esse despertam a nossa curiosidade. Com isso nossos jovens estarão rememorando o que aconteceu na nossa terra e projetando o que vai acontecer no futuro”.

Alunos do Centro Educacional O Pequeno Príncipe ao lado da maquete da Igreja de Nª Sª da Conceição.

Prestigiando a exposição ao lado da primeira-dama Rosiane Vigário, o prefeito Chico Vigário parabenizou o empenho de todos pelo lindo trabalho realizado. “Vivemos em um município rico em história e hoje é mais uma oportunidade de relembramos essa história. Que essa juventude continue a se dedicar mais por esse município, pois é aqui onde vivemos e onde criamos nossos filhos. Destacar também a essência principal desse momento, que foi oportunizar a nossos alunos com necessidades especiais, a se engajarem nesse projeto, confeccionando as maquetes e conhecendo um pouco da nossa historia”, comentou.

Para o prefeito, possibilitar aos jovens conhecer a história de Atalaia é a garantia que crescerão amando mais a terra onde vivem. “Há muito tempo Atalaia estava precisando de uma injeção de ânimo e acho que conseguimos um pouco isso. Mas, tenho certeza que iremos conseguir muito mais. Nossos alunos hoje estão mais curiosos sobre a história do nosso município e tenho a satisfação de também fazer parte da história política de Atalaia, pois ninguém pode negar que temos muito o que mostrar das melhorias que implantamos em benefício do povo de Atalaia”, concluiu Chico Vigário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias