Segunda, 25 de março de 2019
82 9 9131 8010
Cultura

23/02/2019 às 14h32 - atualizada em 13/03/2019 às 15h36

284

Phablo Monteiro

Atalaia / AL

Jerônimo Miranda é um dos artistas homenageados na 20 edição do Pinto da Madrugada
Ao todo, foram homenageados 42 artistas alagoanos entre artistas plásticos, pintores, escritores, atores e dançarinos.
Jerônimo Miranda é um dos artistas homenageados na 20 edição do Pinto da Madrugada
artista atalaiense Jerônimo Miranda foi um dos homenageados.

Comemorando 20 anos em 2019, o tradicional bloco pré-carnavalesco Pinto da Madrugada reuniu na manhã deste sábado (23), milhares de foliões na Orla de Maceió, para curtir ao som de muito frevo o desfile que este ano trouxe o tema “Viva as artes de Alagoas”, uma referência a diversidade cultural e artística do estado.


Foram homenageados 42 artistas alagoanos, entre artistas plásticos, pintores, escritores, atores e dançarinos. Entre os homenageados pelo relevantes trabatrab prestados a cultura de Alagoas, está o atalaiense artista plástico, autodidata, pesquisador, colecionador e marchand, Jerônimo Miranda.


Residente na cidade de Maceió desde os anos 70, aonde veio a experimentar diversas técnicas do fazer artístico, Jerônimo Miranda já teve seus estandartes expostos no Museu Afrobrasil em São Paulo, além de exposições individuais e coletivas de pinturas e tapeçarias em Alagoas e alguns estados do Brasil, como na Bienal Naifs de Piracicaba. Também expôs seus trabalhos na Espanha por três vezes sob a curadoria de Emanuel Araújo.


Como pesquisador da arte do homem do povo, descobriu e propagou vários artistas alagoanos nas principais galerias e Museus que dizem respeito a vertente popular. Entre os já garimpados por ele estão mestres renomados, a exemplo de Fernando da Ilha do Ferro, João das Alagoas, Sil, Antônio de Dedé, Zezinho e Moacir. Outros, como Petrônio, Gênio Silva, João Francisco, Abelardo, Neno e mestra Irinéia do Muquém, também estão na lista, assim como os de fora – incluindo os famosos Véio, de Sergipe, e Nino, do Ceará.


O Pinto da Madrugada nasceu em 1999, pelas mãos de quatro amigos que tinham em comum a paixão pelo frevo. O nome do bloco foi inspirado no Galo da Madrugada, de Pernambuco, fazendo com que ele se tornasse um descendente direto do dono da festa no estado vizinho.



FONTE: Foto: Jorge Farias / Site Alagoas 24 Horas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium