Sexta, 14 de Junho de 2024
24°

Tempo nublado

Atalaia, AL

Cidade Patrimônio Material

Proposta do deputado Ronaldo Medeiros visa reconhecer a Igreja de Nossa Senhora das Brotas como patrimônio material do Estado de AL

Deputado apresentou outro Projeto de Lei para reconhecer a Festa da Padroeira de Atalaia, como patrimônio histórico, cultural e bem imaterial do Estado de Alagoas.

10/11/2023 às 19h41 Atualizada em 17/11/2023 às 16h34
Por: Phablo Monteiro
Compartilhe:
Igreja Matriz de Nossa Senhora das Brotas, em Atalaia Alagoas.
Igreja Matriz de Nossa Senhora das Brotas, em Atalaia Alagoas.

A Igreja Matriz de Nossa Senhora das Brotas é um dos principais cartões postais da cidade de Atalaia, atraindo visitantes que se encantam com seus traços arquitetônicos que remota as últimas décadas do XVIII, quando em 1777, foram iniciados os trabalhos que transformaram o pequeno templo numa imponente Matriz protobarroca.

Visando a valorização e a preservação dessa história secular, o deputado estadual Ronaldo Medeiros, atendeu a um pedido do Instituto Zequinha Batinga, através do amigo Francisco Batinga e apresentou um projeto de lei que propõe declarar o templo como patrimônio histórico material de Alagoas.

Com a aprovação do Projeto na Assembleia Legislativa, a Igreja de Nossa Senhora das Brotas passará a ser o primeiro bem físico em Atalaia, reconhecido como patrimônio material, e, com isso, a compor o patrimônio histórico-cultural de Alagoas. 

Continua após a publicidade

O deputado apresentou um outro projeto de lei, cuja proposta visa tornar a festa em celebração a Padroeira de Atalaia, Nossa Senhora das Brotas, especialmente o dia 2 de fevereiro, como patrimônio histórico, cultural e bem imaterial do Estado de Alagoas.

“Um ato crucial de preservação de nossa cultura e história, pois fará da preservação do templo e das festividades em honra a Padroeira Nossa Senhora das Brotas, um interesse do Estado de Alagoas. Em nome de todos os atalaienses, expresso profunda gratidão ao amigo deputado Ronaldo Medeiros por essa iniciativa tão significativa”, comenta Francisco Batinga.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias