Sábado, 28 de Janeiro de 2023
30°

Tempo limpo

Atalaia, AL

Cidade Novo Prédio

Atalaia: Ministério Público entrega à população novo prédio das Promotorias de Justiça

A sede foi construída com recursos próprios, na ordem de R$ 1,4 milhão, e ganhou o nome da promotora de Justiça Juçara Tavares Suruagy do Amaral, que faleceu ano passado.

05/12/2022 às 15h03 Atualizada em 28/12/2022 às 18h37
Por: Phablo Monteiro Fonte: Texto: Janaína Ribeiro / MPEAL - Fotos: Anderson Macena
Compartilhe:
 novo prédio das Promotorias de Justiça de Atalaia. Fotos: Anderson Macena
novo prédio das Promotorias de Justiça de Atalaia. Fotos: Anderson Macena

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) inaugurou, nesta segunda-feira (5), o novo prédio das Promotorias de Justiça de Atalaia. Com uma estrutura mais moderna e confortável para abrigar seus membros e servidores e para atender a população da cidade, a sede foi construída com recursos próprios, na ordem de R$ 1,4 milhão, e ganhou o nome da promotora de Justiça Juçara Tavares Suruagy do Amaral, que faleceu ano passado em decorrência da Covid-19. A solenidade foi prestigiada por autoridades, familiares da promotora homenageada e cidadãos atalaienses.

O imóvel conta com duas salas para as 1ª e 2ª Promotorias de Justiça de Atalaia, duas salas de assessoria, salas de apoio e de audiência, ampla recepção, centro de processamento de dados, banheiros adaptados para pessoas com necessidades especiais e área de serviço com copa e banheiro.

“Inaugurar este prédio me traz muita emoção porque estou na cidade onde nasci e me criei e, para além disso, ele leva o nome da promotora de Juçara Amaral, uma profissional exemplar e que engrandeceu as fileiras do nosso Ministério Público, prestando relevantes serviços a Alagoas, levando justiça a uma infinidade de pessoas. Por isso, é com orgulho que estamos entregando-o aos promotores de Justiça e servidores que aqui desempenham suas atribuições com tanto compromisso e dedicação. É com o mesmo orgulho que também estamos dando ao povo de Atalaia este espaço, para que, neste local, ele tenha suas demandas acolhidas e resolvidas. Estaremos sempre de prontidão para ajudar no processo de transformação social que a cidade precisa. Contem, todos os dias, com o Ministério Público de Alagoas, estaremos todo o tempo de portas abertas”, declarou o procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque.

“Inclusive, ressalto que, em 2023, teremos novos prédios do MP sendo inaugurados. Teremos Penedo, em janeiro e, logo depois, Palmeira dos Índios também ganhará sua sede própria. Na sequência, virão Delmiro Gouveia e, até o final do ano, Murici. Estamos trabalhando muito para darmos à sociedade espaços mais dignos para que elas possam ser melhor recebidas”, acrescentou o chefe do MPAL. 

Os filhos da promotora Juçara Amaral, Marcela Tavares Suruagy do Amaral e Ítalo Tavares Suruagy do Amaral, estiveram presentes à cerimônia. “Nossa gratidão ao Ministério Público de Alagoas por essa tão linda homenagem. Para nós, da família, este gesto é uma retribuição pelos 33 anos que nossa mãe dedicou a esta instituição”, comentou Marcela.

O procurador-geral do município de Atalaia, Márcio Roberto Júnior, filho do chefe do MPAL, também falou da alegria de ver a nova sede inaugurada. “Compartilho da mesma emoção do meu pai porque sei do significado deste momento para ele, em poder entregar esta nova sede à sociedade atalaiense, berço do seu nascedouro. Hoje é um dia de imensa alegria para todos nós”, disse ele.

O subprocurador judicial do MPAL, Sérgio Jucá, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Kleber Loureiro, o diretor do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Ministério Público (Caop), promotor de Justiça José Antônio Malta Marques, os promotores de Justiça de Atalaia, Bruno Baptista e Ary Lages, e o presidente da Associação do Ministério Público, promotor Roberto Salomão, também prestigiaram a solenidade, assim como a prefeita da cidade, Cecília Rocha. Foi, inclusive, o Poder Executivo que fez a doação do terreno onde foi construída a nova sede.

Após as falas, todos os presentes acompanharam os membros do Ministério Público para conhecer o prédio, que foi planejado e construído pela equipe de Arquitetura e Engenharia Civil do MPAL.

O que tem o novo prédio

O projeto das Promotorias de Justiça de Atalaia visou exaltar a identidade do MPAL nas cores do Estado de Alagoas: branco, vermelho e azul. Sua estrutura foi executada em concreto armado e as paredes de vedação externas são em alvenaria e, as internas, possuem divisórias de gesso acartonado, quem foram isoladas com lã de vidro para garantir o conforto acústico das salas.

Os espaços são amplos e bem iluminados e os banheiros e demais áreas molhadas são revestidos com porcelanato. Toda a fachada possui cerâmica, visando melhor acabamento e menores custos futuros de manutenção. Além disso, as portas são de madeira maciça, executadas em madeira de lei para evitar desgastes.

Uma inovação foi a adesão ao reúso de água, viabilizado por meio da captação de água pluvial, que, após chegar à tubulação, volta para o sistema para ser utilizado nos vasos sanitários.

Todos os ambientes do prédio contam com tomadas estabilizadas, no intuito de minimizar riscos de danos aos computadores em caso de oscilações na rede elétrica da região.

Já na parte externa, a sede é coberta por grama esmeralda e possui um estacionamento privativo feito em piso intertravado, também visando manter a sustentabilidade ao promover a infiltração de parte da água das chuvas. E tem mais: a qualidade estética da fachada é garantida pelo gradil branco que circunda o prédio, pensado por tornar o espaço convidativo à população e por passar a ideia de transparência.

Por fim, a nova sede possui guarda-corpos, rampas acessíveis, piso tátil e vaga demarcada para deficientes, respeitando as normas de acessibilidade e garantindo a inclusão de todos.

A obra, em sua totalidade, custou ao MPAL um investimento de R$ 1.397.750,61, tendo iniciada em dezembro de 2021 e finalizada um ano depois.

Novo prédio das Promotorias de Justiça de Atalaia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias