E-mail

atalaiapop@hotmail.com

WhatsApp

82 9 9131 8010

Prefeitura Municipal de Atalaia
Câmara Municipal de Atalaia
Júnior Vigário
Entrevista

Em entrevista, vereador Marcos Rebollo destaca sua atuação legislativa e o próximo pleito eleitoral

Marcos Rebollo está em seu segundo mandato como representante do povo de Atalaia.

01/03/2019 22h48Atualizado há 5 meses
Por: Phablo Monteiro
469
Foto: Alberto Vicente
Foto: Alberto Vicente

Antes do início da Sessão Ordinária desta última terça-feira (26), o vereador do município de Atalaia, Marcos André Macena Alves, mais conhecido como Marcos Rebollo, recebeu o site Atalaia Pop para uma entrevista exclusiva, onde destacou algumas situações do município, a sua atuação parlamentar e fez uma análise do que espera do próximo pleito eleitoral de 2020. Em seu segundo mandato, o vereador foi reeleito para o cargo de vice-presidente da Mesa Diretora, para o biênio 2019-2020.

Atalaia Pop – A Câmara retornou do seu recesso legislativo na última terça-feira, dia 19, e diferentemente de como encerrou 2018, já dá para notar que a maioria dos discursos destaca uma maior organização do município e uma expectativa de dias melhores. O quanto isso está relacionado ao pagamento dos salários dos servidores em dia?

Marcos Rebollo – A Câmara, durante este período de recesso, se organizou para sentarmos com o prefeito. Enquanto algumas pessoas quiseram aparecer na mídia, diante da crise, uma equipe de vereadores trabalharam para que as coisas pudessem acontecer, a  exemplo do pagamento em dia e da volta dos ônibus universitários. Eu tenho pouca mídia de Instagram e de Facebook, mas tenho muitas ações na parte de bastidores. Já sentamos com o financeiro e dia 08 de março irá sair o pagamento do mês de fevereiro.

Atalaia Pop – Muitos cobram do Poder Público, mesmo esquecendo de fazer a sua parte, esquecendo de pagar impostos. O vereador vem tocando nesse assunto na Tribuna. De que forma o senhor tem visto o trabalho que vem sendo feito pelo Setor de Tributos, na busca de aumentar a arrecadação e possibilitar o investimento do município com recurso próprio?

Marcos Rebollo – Tenho acompanhado esse trabalho do Setor de Tributos, que a cada ano vem arrecadando mais e mais. Em 2017 foram R$ 1.200.000,00 e em 2018 foram R$ 1.300.000,00. Através de um trabalho educativo, as pessoas já estão tomando consciência e pagando seus impostos, a exemplo do transporte alternativo, arrecadação das feiras, IPTU e ITBI. Tenho certeza que todo esse trabalho vai respigar na parte administrativa, positivamente, porque a gestão passará a ter verba livre para fazer obras com recurso próprio. Esse dinheiro tem que ser investido em obras, em ruas, em praças, em colocação de asfaltos e outros.

Atalaia Pop - Sobre a polêmica envolvendo o transporte universitário, os estudantes conquistaram com luta o retorno desse beneficio. Na última sessão, o vereador rebateu criticas feitas por conta da não presença de alguns vereadores, incluindo o senhor, nas manifestações. Mesmo não presente, houve algum trabalho de bastidor junto ao Executivo, para solucionar esse impasse?

Marcos Rebollo – Não fiz a parte de mídia, mas fiz a minha parte como representante do povo. Sentei com o prefeito, com o secretário de finanças, com o procurador do município. Foi um trabalho de apelo, pedindo a volta desses ônibus. Hoje, Atalaia não vive mais sem esses ônibus. A reivindicação desses estudantes foi em busca de estudos, em busca de conhecimento, que vai trazer bons profissionais para a nossa terra e, com isso, não precisar ir buscar profissionais de fora. Fica na história quem disponibiliza os ônibus, mas vai ficar muito mais na história quem tirou. Então, o prefeito não era louco em fazer essa bobagem. E, o Legislativo não iria permitir que esse direito fosse tirado. A maior herança que um pai pode dar aos filhos é o saber, é o estudo. Então, foi feito sim esse trabalho nos bastidores e graças a Deus que voltaram os transportes. O que não pode são pessoas virem aqui fazer mídia, se aproveitando de uma situação que está passando o aluno atalaiense, para se promover politicamente. Eu não preciso disso, pois todos me conhecem em Atalaia e sabem da minha ação em prol do povo. Fiz a minha parte e continuarei fazendo, na busca de melhorias para o nosso município, mesmo que não apareça na imprensa. O prefeito iria ficar marcado na história como aquele que tirou os ônibus e não como o que implantou.

Atalaia Pop – Quem lhe conhece sabe do orgulho que o senhor tem em ser guarda municipal da cidade de Pilar. Como vereador, Marcos Rebollo tem uma participação importante na Guarda Municipal de Atalaia, articulando entre outras melhorias, o aumento do percentual recebido pelos GMs em seu risco de vida, que já chega a 75%. Mas, que avaliação o senhor faz do atual momento da Guarda Municipal de Atalaia? E, que contribuição o senhor pode dar junto ao Executivo, para trazer melhorias a essa classe? 

Marcos Rebollo – Em sete anos da Guarda Municipal em Atalaia, eram 30% recebidos de risco de vida. Em seis anos de vida pública do vereador Marcos Rebollo nós já atingimos 70% do risco de vida. Dei uma parada, pois os GMs tem que ter uma diretriz política, para vê quem realmente veste a farda deles, para vê quem briga pelas causas deles. Inúmeras vezes estavam com os salários atrasados e quem foi para a linha de frente foi este vereador. Me orgulho em usar a farda azul e dar os meus dias de trabalho na cidade do Pilar. Então, não tem ninguém aqui mais indicado para defender a Guarda Municipal do que eu. Essa minha luta é incansável e tenho a certeza que em poucos anos avançaremos mais. Temos Maceió e Pilar já com 100% do risco de vida e vou brigar para que isso aconteça aqui também, mas, para isso preciso do apoio dos guardas municipais. Que eles vistam essa camisa, como eu visto a deles. A Guarda Municipal de Atalaia está muito atrasada se comparada a outras Guardas Municipais, precisando de um apoio político e de gestão. É uma Guarda hoje desorganizada. O prefeito indicou recentemente o Betinho para estar à frente da pasta, uma pessoa que é militar e conhece o que é segurança. Tenho certeza que já foi dado um choque de gestão, mas precisam de um apoio maior do Executivo para que as coisas andem e a Guarda venha a ter viaturas no padrão e uma sede decente. Isso é compromisso do vereador Marcos Rebollo, que esteve presente em todas as conquistas da Guarda Municipal.

Atalaia Pop – Hoje um dos assuntos mais comentados no Brasil é a Previdência, um dos principais focos de atuação do Governo Bolsonaro. Por que tanta resistência em Atalaia, para se falar em Previdência a nível municipal? Qual a importância de uma reformulação, principalmente na questão da escolha de sua diretoria e de um teto do benefício?

Marcos Rebollo – Nas muitas das minhas reivindicações no Plenário tenho dito que para começar a presidência do Atalaia Prev tem que ser através de um cargo eletivo, pois indicação ela nunca deu certo. A indicação não dar certo, pois talvez quem foi indicado não irá representar bem o ativo e o inativo. A minha briga é para que essa próxima eleição seja democrática, como foi a minha para vereador e a do prefeito. Temos um Atalaia Prev quebrado, um fundo de previdência que não tem teto e só isso já causa um choque. O maior fundo de previdência do país, que é o INSS, tem o seu teto e mesmo assim fala que está quebrado. Imagine um Atalaia Prev que não tem fundo nenhum de reserva. Imagine uma cidade que não tem teto salarial, com gente recebendo 15 mil, 14 mil ou 12 mil. Tenho pena do meu irmão, da minha irmã e demais pessoas que estão contribuindo para um fundo falido. Essa contribuição que o servidor dar todos os meses, não dar garantia de que vai receber o beneficio lá na frente. Tem que haver um choque de gestão, tem que haver eleição democrática no Atalaia Prev, para que os ativos e inativos elejam quem vai gerir esse dinheiro deles. Assim será dado um grande passo para que as coisas possam dar certo. Mas, por indicação, me desculpem, mas tenho a certeza que não dará certo.

Atalaia Pop – A Prefeitura divulgou a programação oficial do Carnaval e tudo indica que teremos um dos Carnavais mais animados e organizados dos últimos anos. Destaque para um maior horário para os foliões curtirem a festa. Essa também é a expectativa do vereador e folião Marcos Rebollo?

Marcos Rebollo – É uma verdade, pois nós viemos de uma gestão de quatro anos com dois prefeitos, onde praticamente não tivemos Carnaval. O primeiro ano dessa gestão do prefeito Chico Vigário, também não tivemos. Lembro que Atalaia costumava alugar casas, para receber foliões de outras cidades, pois o nosso Carnaval já foi um dos melhores do Estado. Então, porquê perder essa essência? Não podemos perder a essência do que é bom. Atalaia retroagiu, recuou nisso e olhe que é uma festa simples e barata, pois colocar trio nas ruas, colocar bandas nas ruas, não quebra o município. O que quebra um município é o dinheiro mal gerenciado, é você pagar absurdos, por coisas absurdas. Mas, você fazer um Carnaval, uma festa para o atalaiense que já provou que gosta do Carnaval, assim como gosta do futebol, isso vai atrair mais pessoas para saírem de suas casas e participarem da festa. A questão do horário era um absurdo, pois temos uma cidade quebrada, sem emprego, dependente da Prefeitura e hoje da Copervales, que infelizmente demitiu recentemente mais de 560 pessoas. E, para atrair renda, precisa que a festa se estenda até altas horas da noite. Enquanto os foliões vêm brincar, os comerciantes vão ganhar seu dinheiro. Isso sim é um trabalho voltado para o povo, voltado para resgatar a essência do que era o Carnaval atalaiense.

Atalaia Pop – Como desportista, naturalmente o senhor tem um carinho especial pelo esporte. O quão importante é apoiar o desenvolvimento do esporte amador em nosso município?

Marcos Rebollo – É visível a ligação que eu tenho com o esporte atalaiense. Quem me projetou para hoje estar aqui ocupando uma cadeira na Câmara, foi o esporte. Tenho estampado o meu nome em mais de 20 camisas de equipes de futebol de nossa cidade. Um dos maiores patrocinadores de times de futebol amador de Atalaia é o vereador Marcos Rebollo. Inclusive, irei convidar o Atalaia Pop para fazer uma matéria na inauguração de uma quadra de futevôlei na chácara desse vereador. É uma forma de mostrar a importância de incentivar não apenas o futebol, mas as demais modalidades, como o futevôlei, pois o esporte é lazer e o esporte tira os jovens das drogas. Atalaia já perdeu muito nessa área, a exemplo da quadra Raimundo Nonato, onde teve os maiores campeonatos de futsal, dos quais eu participei, onde víamos aquela quadra lotada para torcer por times como o Boca Juniors e o Manhata. Esses eventos mexiam com a cidade. O apoio do prefeito também já possibilitou que o Sport participasse da primeira divisão do alagoano. Então, precisamos resgatar tudo isso e fazer Atalaia sorrir, pois nossa cidade hoje está um pouco obscura, por ter perdido um pouco das suas essências. Mas, espero que isso seja resgatado, para que nossos filhos vivenciem o que nós vivenciamos há tempos atrás em nossa Atalaia.

Atalaia Pop – Uma ação social do vereador que vem sendo muito elogiada é o empréstimo de tarefas de terras para pequenos agricultores do nosso municípios, moradores daquela região do Gavião. O quanto tem lhe enchido de orgulho acompanhar o resultado dessa ação?

Marcos Rebollo – Fiquei muito feliz, pois consegui dar para algumas famílias a condição de plantar, colher e trabalhar. Eu tinha 15 tarefas de terras ociosas, paradas, que não iria servir para mim nesse momento e fiquei feliz em poder fazer essa doação para que os agricultores pudessem plantar a macaxeira, a batata, a mandioca, o milho, o feijão de corda, o inhame. Estão todos muito felizes. Fico feliz, pois quero deixar o meu nome na história de Atalaia. Essa carga que eu tenho, ele é passageiro, transitório, mas pretendo sair daqui pela porta da frente, com a cabeça erguida e que as pessoas digam que por aqui passou um parlamentar que fez algo por Atalaia. Em Atalaia é muita terra nas mãos de pouca gente, pouca terra nas mãos de muitas pessoas e muitos sem nada. Por essa desigualdade eu resolvi fazer esse trabalho voltado à Agricultura Familiar. Todas as famílias estão de parabéns, pois já estão colhendo os resultados. Me enche de orgulho saber que pude ajudar 15 famílias a plantar e colher. Levarei isso pelo resto da minha vida.

Atalaia Pop – A eleição é só em 2020, mas já têm muitos que parecem que não vê a hora que esse momento chegue logo. De que forma o vereador avalia o cenário que está se desenhando para essa disputa?

Marcos Rebollo – Acho que das perguntas, essa certamente será a mais lida no Atalaia Pop. Costumo dizer que uma eleição do Executivo, tem que nascer no tempo certo. É como em uma gestação, que dura nove meses e que se a criança nascer de sete ou depois de novo meses, corre risco de morrer. Ao descarto o meu nome na briga pelo Executivo. Também vou tentar brigar pela vaga, se for o meu momento. Mas, só vou lançar a mina candidatura no momento certo. Lá atrás, já vi vários nomes serem lançados em momentos errados, prematuros e já se apagou. Eu quero fazer um trabalho e mostrar a minha linha de trabalho feita ao longo desses últimos anos, para amanhã lançar meu nome nas ruas e analisar a aceitação do povo. Quero dizer que Atalaia tem sim pessoas capacitadas para assumir o Executivo e não precisa importar ninguém de fora. Aqui tem pessoas que conhece todos os cantos dessa cidade, conhece Ouricuri, Porangaba, Santo Antônio, Olhos D’água, Triunfo, São Luiz, Boa Fé, Boca da Mata. Eu estou em casa em Atalaia e não está descartada a minha candidatura para 2020. Sou sim pré-candidato, mas lançando em um momento certo. Não vou lançar candidatura prematura e irresponsável, que depois se apaga da memória do povo.

Atalaia Pop – Seu nome inclusive já chegou a figurar em enquetes de redes sociais, sempre lembrado como um dos possíveis postulantes ao cargo de prefeito de Atalaia. O vereador já disse que é uma possibilidade real, mas o que seria decisivo para que isso ocorra?

Marcos Rebollo – Mais decisivo para que eu venha disputar a vaga no Executivo de Atalaia é primeiramente Deus, segundo um grupo da Câmara, onde tenhamos a confiança de marchamos juntos pelo objetivo que é Atalaia. Depois o apoio do deputado estadual Antônio Albuquerque, que eu apoiei aqui e que estava com mais de 20 anos que não tinha votos na cidade e teve 652 votos na última eleição. Temos também o deputado federal Nivaldo Albuquerque, que teve 924 votos aqui. Eu, no meu último pleito eleitoral tive 1.067 votos. Então precisamos ter um grupo fechado e Deus no controle, pois se for da vontade de Deus e do povo, vamos para essa disputa. Tenho a certeza que o grupo da Câmara vai escolher um atalaiense para disputar o Executivo.

Atalaia Pop – Quer analisar a Câmara Municipal, vai ver que ela nas últimas eleições, tem assumido um papel secundário nessa disputa eleitoral. O vereador acredita que a Câmara será uma das grandes protagonistas nesta próxima eleição?

Marcos Rebollo – Eu não tenho dúvidas. Primeiramente é o povo, mas quem está mais próximo deles são os vereadores. Você chega na Porangaba e temos o Marivaldo que teve mais de 50% dos votos. Em Santo Antônio temos o Fernando e o Cicinho. Na Branca temos o Tacinho, o Ricardo Calheiros, a Janaína, o Cal, o João Severo. Na Vila temos o Zequinha Collor. Aqui no centro temos o Quinho, o Marcos Rebollo, o Anilson Júnior. Temos nomes como a Dra. Neide Miranda, a Maria da Comesa, a Cida Melo, o Xavier. Me perdoem os nomes que esqueci aqui e não citei, mas que também tem potencial. São pessoas em que a política passa por suas mãos, são grandes propagadores de votos e capazes de transferir votos. A grande proporção de votos quem traz são os vereadores, mas o Executivo, quem faz a diferença é o povo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.