Câmara Municipal Covid-19

Câmara de Atalaia volta a adotar medidas mais restritivas contra a Covid-19

Medida leva em conta o reagravamento da pandemia, apontado pelo Governo de AL no último decreto.

31/05/2021 18h41 Atualizada há 2 semanas
294
Por: Phablo Monteiro
Prédio da Câmara Municipal de Atalaia.
Prédio da Câmara Municipal de Atalaia.

Com o reagravamento da pandemia de Covid-19, a Câmara Municipal de Atalaia, através de seu presidente, vereador Cicinho Melo (PSC), voltou a adotar medidas mais restritivas para ajudar a frear a circulação do vírus. As medidas estão presentes na Resolução 003/2021.

As medidas adotadas levam em consideração o retorno as regras mais rígidas da fase vermelha do distanciamento social controlado, através de decreto do governador Renan Filho (MDB), tendo como principal motivo o aumento no número de internamentos de UTIs em decorrência do vírus, que chegou a 92% nesta semana. 

A Resolução institui até o dia 10 de junho do corrente ano, o regime excepcional de teletrabalho. Atendimentos Jurídicos, Legislativo e Contábeis e pareceres, devem ser solicitados por meio eletrônico, whatsapp ou e-mail.

Suspendeu até o dia 10 de junho o atendimento ao público externo, na sede da Câmara. Essa suspensão também é válida para a presença nas sessões ordinárias presenciais.

Também possibilita a realização de sessões mista por meio presencial ou virtual.

O presidente do Legislativo Atalaiense, vereador Cicinho Melo, pediu a compreensão da população tendo em vista a importância do isolamento social para conter a disseminação da Covid-19, pandemia essa que já vitimou até o término dessa edição, 44 atalaienses. 

“Devido a alta transmissibilidade e ao fato de a vacina ainda não ter alcançado todas as faixas etárias, medidas que evitem o contato e circulação de pessoas neste momento são necessárias para amenizar a propagação do vírus e reduzir o número de pessoas sofrendo por consequências oriundas da covid”, pontuou o presidente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias