Quinta, 29 de Setembro de 2022
24°

Poucas nuvens

Atalaia - AL

Câmara Municipal Entrevista Exclusiva

Em entrevista, vereador Marcos Rebollo comenta sobre o transporte de passageiros no município de Atalaia

Entrevista foi concedida ao radialista Adaias Ferraz, para a Rádio Atalaia Pop.

15/09/2022 às 20h26 Atualizada em 26/09/2022 às 12h05
Por: Phablo Monteiro
Compartilhe:
Vereador Marcos Rebollo (MDB).
Vereador Marcos Rebollo (MDB).

Na manhã desta última terça-feira (13), o vereador Marcos Rebollo (MDB) foi o entrevistado da vez da Rádio Web do site Atalaia Pop. Ao radialista Adaias Ferraz, o vereador não fugiu da polêmica e deu sua opinião sobre várias situações que envolvem o transporte de passageiros no município de Atalaia. 

“É um tema muito complexo de se discutir. Sou um defensor do transporte alternativo deste município. Mototaxista hoje tem placa vermelha, porque foi projeto do vereador Marcos Rebollo. Os taxis, as vans deste município tem a participação do vereador Marcos Rebollo, que antigamente era seis anos para trocar de moto, carro ou van e, através de projeto meu, foram para dez anos, para se organizar e trocar seu veículo. Inclusive coloquei um projeto aqui, que foi derrubado na Casa, onde o permissionário não era obrigatório ser associado. O compromisso do permissionário é com o município, pois quem cria a linha é o município de Atalaia. Até porque, se paga alvarás e eles têm empresa abertas no município”, destaca o vereador.

Sobre os chamados transportes clandestinos e o valor da passagem que é cobrado, o vereador deu sua opinião. “São chamados assim, mas não os vejo como clandestinos. É que eles não têm placas vermelhas, para fazer o transporte alternativo. O combustível abaixa, a passagem continua a mesma, mas, em compensação o transporte alternativo, que são as vans, rodam para Maceió no diesel que é mais caro e cobra uma passagem mais baixa. Se o usuário se acha lesado ou pagando uma passagem mais cara, num transporte de associação, ele procure essas Associações e procure entrar em um entendimento com o Executivo”.

CONFIRA LOGO ABAIXO, A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias