Cidade Ação Solidária

Projeto vai doar absorventes para mulheres carentes de Atalaia

Iniciativa é do Instituto Elvio Brasil, em parceria com o Projeto Mãos que Acolhem.

28/03/2021 09h07 Atualizada há 3 semanas
221
Por: Phablo Monteiro
Parceria vai doar absorventes de forma gratuita para adolescentes e mulheres adultas da cidade de Atalaia.
Parceria vai doar absorventes de forma gratuita para adolescentes e mulheres adultas da cidade de Atalaia.

A falta de acesso a absorventes entre adolescentes e mulheres é um problema antigo e quase invisível. De acordo com uma pesquisa da marca Sempre Livres, 22% das adolescentes de 12 a 14 anos no Brasil não têm acesso a produtos de higiene adequados durante o período menstrual. Esse número sobe para 26%, entre as adolescentes de 15 a 17 anos. 

Foi pensando nisso, que neste mês de março, mês da Mulher, o Instituto Élvio Brasil está adquirindo uma máquina de fabricação de absorventes, e, em parceria com o Projeto Mãos que Acolhem, vai fornecer absorventes para um grande número de atalaienses que estão em situação de vulnerabilidade social. 

A parceria vai viabilizar as mulheres de baixa renda no município de Atalaia, um kit de absorventes mensais, de forma gratuita, durante todos os meses do ano, mostrando que o dia da Mulher não só se faz no mês de Março, mas em todos os meses.

Iniciativa como essa vem sendo discutida na Câmara dos Deputados, onde a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) apresentou projeto de lei para garantir a distribuição gratuita de absorventes biodegradáveis em espaços públicos.

“A pobreza menstrual é um tema silencioso na nossa sociedade, em grande parte porque quem faz políticas públicas no geral são homens, não mulheres”, diz Tabata. “Estima-se que uma em cada dez meninas falte à aula durante a menstruação, somando perda de 45 dias do ano letivo. Tratamos a distribuição de camisinha como natural, mas não a de absorventes”, destaca a deputada, em reportagem para a Folha de São Paulo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias