Câmara Municipal Complementares

Na Arsal, Marcos Rebollo acompanha motoristas complementares de Atalaia em uma grande vitória para a categoria

Prazo de permissão foi prorrogado por mais 10 anos pelo Colegiado da Arsal.

17/01/2020 20h19 Atualizada há 6 meses
1.593
Por: Phablo Monteiro
Presidente do SINTRACOMP-AL Maercio Ferreira, Presidente da Associação de Atalaia Robério Ferro, vereador Marcos Rebollo e Ronaldo Medeiros (ARSAL).
Presidente do SINTRACOMP-AL Maercio Ferreira, Presidente da Associação de Atalaia Robério Ferro, vereador Marcos Rebollo e Ronaldo Medeiros (ARSAL).

O vereador da cidade de Atalaia, Marcos Rebollo, esteve nesta sexta-feira (17), na Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), acompanhando e apoiando os motoristas complementares do município, em reunião com o presidente daquele órgão, o senhor Ronaldo Medeiros.

Na oportunidade ficou definido um aumento no prazo de permissão das vans para transportar passageiros, que venceria em 2023 e que agora foi prorrogado por mais 10 anos pelo Colegiado da Arsal, sem a necessidade de um novo processo licitatório. 

Marcos Rebollo destaca a importância desta medida para garantir a continuidade dos serviços, para atender toda a população alagoana, “garantindo um prazo maior de adequação para os complementares e a garantia de um transporte de qualidade para os passageiros”, destaca o vereador. 

Em Atalaia, o vereador esteve a frente de conquistas similares para os taxistas e mototaxistas do município, garantindo um prazo maior para que esses permissionários possam rodar com seus veículos. “Foi uma grande conquista para essas categorias, que hoje contam com um prazo maior para se organizarem, sem deixar de lado a qualidade e a segurança no transporte que é ofertado aos usuários, pois a liberação da licença para continuar trafegando é feita através de uma vistoria técnica do DETRAN”, completa o vereador.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias