Sexta, 12 de Agosto de 2022
20°

Pancada de chuva

Atalaia - AL

Cidade Ajuda à População

Copervales promove mutirão para ajudar população afetada pelas chuvas em Alagoas

Estão sendo beneficiadas com abastecimento de água potável e com a limpeza de ruas as populações das cidades de Atalaia, Capela e Murici.

12/07/2022 às 20h16 Atualizada em 12/07/2022 às 20h49
Por: Phablo Monteiro Fonte: Correio dos Municípios / Por: Eduardo Almeida
Compartilhe:
A Cooperativa Agrícola do Vale do Satuba (Copervales) lançou um mutirão para ajudar a população afetada pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas
A Cooperativa Agrícola do Vale do Satuba (Copervales) lançou um mutirão para ajudar a população afetada pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas

A Cooperativa Agrícola do Vale do Satuba (Copervales) lançou um mutirão para ajudar a população afetada pelas fortes chuvas que atingiram Alagoas nas últimas semanas. Caminhões de combate a incêndio da Copervales têm sido utilizados para auxiliar no abastecimento de água e na limpeza de ruas em três municípios do estado. Além disso, a cooperativa lançou um programa de apoio a colaboradores afetados pelas enchentes.

Estão sendo beneficiadas com abastecimento de água potável e com a limpeza de ruas as populações das cidades de Atalaia, Capela e Murici. Os trabalhos tiveram início logo após os temporais e acontecem em parceria com as prefeituras dos municípios. A medida busca minimizar o sofrimento das vítimas das enchentes e evitar, sobretudo, a proliferação das chamadas doenças de proliferação hídrica no Vale do Satuba.

Além da atuação direta junto à população, a Copervales também lançou um pacote de benefícios para colaboradores afetados pelas chuvas. A cooperativa antecipou a liberação do 13º salário e disponibilizou um adiantamento salarial de até R$ 5 mil por colaborador afetado. O montante pode ser pago em até 12 meses, com início a partir do mês de setembro. A Copervales também realiza uma campanha de arrecadação de donativos.

“A cooperativa entende a importância de auxiliar, na medida do possível, a população afetada pelas fortes chuvas. Criamos um plano de ação e começamos a atuar imediatamente após os temporais, auxiliando o poder público. Também focamos em nossos colaboradores. Alguns perderam praticamente tudo o que tinham. Com a mobilização dos gestores da Copervales, dos nossos cooperados e dos nossos colaboradores que não foram afetados diretamente pelas chuvas, iremos distribuir o que conseguirmos arrecadar, como cestas básicas, roupas e calçados e ainda repassar um auxílio financeiro fruto também das arrecadações internas para tentar minimizar a situação de nossos colaboradores afetados”, destaca Rivaldo Leite, gerente administrativo e financeiro da cooperativa.

Conforme relato de colaboradores o nível do rio Paraíba começou a subir rapidamente na sexta-feira, dia 1º de junho. “Quando cheguei em casa, percebi que o nível da água estava elevado. A gente, então, começou a suspender o que era possível, mas o que não esperávamos era que a água subisse ao nível de 1,40m e em uma velocidade muito grande. Perdemos praticamente tudo. Sobrou apenas a geladeira, o fogão e um colchão”, explica uma das colaboradoras afetadas, que prefere não ter o nome divulgado.

Além do apoio financeiro disponibilizado pela Copervales, os colaboradores têm recebido apoio psicológico para enfrentar a situação. “Assim que a cooperativa teve conhecimento da situação, a empresa traçou um plano de ação. Estamos ouvindo todos os colaboradores afetados e estamos oferecendo suporte proporcional às perdas que cada um deles teve”, explicam o gestor de Recursos Humanos da Copervales, Cleriston Minervino, e a psicóloga Alvacy Vieira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias