Sexta, 12 de Agosto de 2022
20°

Pancada de chuva

Atalaia - AL

História Homenagem

José Sabino de Oliveira Filho

Político de grande destaque no município de Atalaia, durante as primeiras décadas do século XX.

14/03/2022 às 16h20 Atualizada em 23/03/2022 às 15h45
Por: Phablo Monteiro
Compartilhe:
José Sabino de Oliveira Filho, Conselheiro Municipal/Vereador por vários mandatos em Atalaia.
José Sabino de Oliveira Filho, Conselheiro Municipal/Vereador por vários mandatos em Atalaia.

José Sabino de Oliveira Filho nasceu em propriedade de sua família, no dia 8 de dezembro de 1879, em Anadia, Alagoas. Filho de José Sabino de Oliveira e Bernadina Francisca (Albuquerque) de Oliveira. Foi o quarto, de uma grande prole de 14 filhos.

Descende de família com origens no agreste alagoano, especialmente em Palmeiras dos Índios, onde seu avô, o Coronel Sabino José de Oliveira, era comerciante, fazendeiro e possuidor de grande influência política, chegando a exercer o cargo de Intendente daquele município. 

Ainda muito pequeno, José Sabino de Oliveira Filho veio com sua família residir em Atalaia, onde buscavam fugir das graves consequências trazidas pela grande seca de 1877. Nas férteis terras atalaienses, prosperaram, fincaram raízes e se transformaram numa das mais importantes famílias do município.

É sobrinho do Major Jacintho José de Oliveira e primo dos ex-vereadores Pedro José de Oliveira e João Miranda de Oliveira.

Cunhado de importantes nomes da política atalaiense: de José Agostinho de Almeida, que foi casado com sua irmã Valentina e de Luiz Tenório de Albuquerque Lins, casado com sua irmã Eudócia. É também cunhado do industrial Manoel Tenório de Albuquerque Lins, da Usina Ouricuri, que foi casado com sua irmã Virgínia. É tio do ex-senador da República Nelson Tenório e do ex-vereador de Atalaia Nestor Tenório. 

Em 1915, casa-se no município de Atalaia, com a atalaiense Anna Lopes de Oliveira. Sua esposa pertence a tradicional família Lopes do município.

É pai de Honorina Lopes de Oliveira Lins (filha adotiva do casal), de Adávio Sabino de Oliveira, da artista plástica Bernadina Dinah de Oliveira Silva e de Cerise Maria de Oliveira.

Sua filha Honorina foi casada com Iraci Tenório Lins, ex-prefeito de Anadia e de Maribondo. José Sabino Filho é trisavô dos ex-deputados estaduais por Alagoas, Dudu Hollanda e Júnior Hollanda, e também do atual vereador por Maceió, Fernando Hollanda. 

Agricultor e pecuarista. Foi senhor de engenho, proprietário do Engenho Timbó e também da Fazenda Triunfo, localizadas em Atalaia. Foi também dono de Mercearia e de Padaria, no Triunfo.

Foto de sua Fazenda Triunfo, em Atalaia, imagem colorizada pelo site Atalaia Pop.

“De caráter ilibado, José Sabino de Oliveira Filho, moço que honra a sociedade em que vive e cuja amizade nos desvanece”, dizia nota publicada no Diário do Povo, em 12 de julho de 1917, assinada por dezenas de membros da sociedade atalaiense.

Nome de destaque na sociedade e na agricultura do município, José Sabino Filho ingressa na política atalaiense em 19 de janeiro de 1917, como membro da Junta Governativa nomeada pelo então Governador de Alagoas João Baptista Accioli Júnior. A Junta tinha como deliberação, administrar o município de Atalaia, tendo em vista as renúncias do então Intendente, vice-Intendente e membros do Conselho. 

Com menos de um mês depois, em eleição realizada em 11 de fevereiro de 1917, José Sabino Filho foi eleito Conselheiro Municipal de Atalaia, com 214 votos, para o período de 16 de fevereiro de 1917 a 7 de janeiro de 1919. Durante a Intendência de Vespasiano da Silva Mores.

Eleito pela segunda vez para o Conselho Municipal de Atalaia, onde exerceu seu mandato de 07/01/1923 à 07/01/1925, durante a Intendência do Dr. João Carlos de Albuquerque. Presidiu o Conselho durante todo este período.

Seu terceiro mandato no Conselho Municipal de Atalaia foi de 07/01/1925 à 07/01/1928, durante o Governo do prefeito Ernesto Lopes de Vasconcellos. Presidiu o Conselho durante o ano de 1925.

Novamente eleito para o Conselheiro Municipal de Atalaia, para exercer seu mandato durante o período de 07/01/1928 à 07/01/1931, no Governo do prefeito Manoel de Miranda Cabral. Seu mandato é interrompido em novembro de 1930, pois com a consumação da Revolução, Getúlio Vargas dissolveu os Legislativos do Brasil.

Em novembro de 1935, participa das eleições municipais de Atalaia, concorrendo ao cargo de vereador. Eleito, tomou posse no dia 2 de janeiro de 1936. Concorreu a Presidência da Casa, sendo derrotado por Joaquim Fortunato Bittencourt Filho, por 5 votos a 1.

Com o pedido de licença do então prefeito Arestides Lopes da Rosa Agra, a Câmara realizou a eleição para vice-presidente da Casa, com José Sabino de Oliveira Filho sendo eleito com 4 votos, contra 1 voto de José Thomaz de Farias Costa.

Durante este mandato, que durou até 10 de novembro de 1937, quando foi interrompido em razão da ditadura do Estado Novo, de Getúlio Vargas, que novamente decretava, entre outros, o fechamento das Câmaras Municipais de todo o Brasil, José Sabino de Oliveira Filho assumiu por diversas vezes a função de Presidente da Câmara, já que coube ao presidente eleito, Joaquim Fortunato Bittencourt, ocupar o cargo de prefeito devido as constantes licenças do titular do Executivo atalaiense.

“Alto, magro, um pessoa muito séria e muito honesta em tudo que se propunha a fazer”, lembra sua neta Nazaré, filha de Honorina. 

José Sabino de Oliveira Filho também residiu em Maceió, na Rua do Uruguai, localizada no bairro do Jaraguá. E foi lá na capital alagoana, em abril de 1962, que faleceu aos 82 anos de idade. 

Na sessão extraordinária da Câmara Municipal de Atalaia, do dia 12 de abril de 1962, o vereador Paulo Martins da Costa solicitou que a Casa enviasse uma Mensagem de Condolências a família de José Sabino de Oliveira filho "PERSONAGEM DE EXPRESSÃO DA SOCIEDADE DE ATALAIA E DA AGRICULTURA DO MUNICÍPIO, BEM COMO MEMBRO DE TRADICIONAL FAMÍLIA ATALAIENSE”. Associando-se a esta homenagem póstuma o Sr. José Correia Filho, em nome da bancada do PSD.        

Em sua homenagem, a Lei nº 1.613, de 6 e março de 1969, sancionada pelo então prefeito Divaldo Suruagy, denominou de Rua José Sabino de Oliveira Filho, um dos logradouros localizados no bairro Jacintinho, em Maceió.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias