Terça, 21 de Setembro de 2021
21°

Poucas nuvens

Atalaia - AL

Cidade Agosto Lilás

Prefeitura de Atalaia lança a campanha “Agosto Lilás” pelo fim da violência contra a mulher

Solenidade contou com a presença da deputada estadual Fátima Canuto.

19/08/2021 às 22h56 Atualizada em 30/08/2021 às 20h36
Por: Phablo Monteiro Fonte: Fotos: Divulgação
Compartilhe:
Lançamento da campanha “Agosto Lilás”, com o tema “Quando a violência acaba, a vida RECOMEÇA”.
Lançamento da campanha “Agosto Lilás”, com o tema “Quando a violência acaba, a vida RECOMEÇA”.

Para reforçar o compromisso na luta para acabar com a violência contra a mulher, a Prefeitura Municipal de Atalaia promoveu nesta quinta-feira (19) o lançamento da campanha “Agosto Lilás”, com o tema “Quando a violência acaba, a vida RECOMEÇA”.

A iniciativa é uma forma de alertar, conscientizar e sensibilizar a sociedade atalaiense, sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha, que em 2021 completa 15 anos.

A solenidade contou com a presença da prefeita Ceci Rocha, da vice-prefeita Camyla Brasil, da deputada estadual Fátima Canuto, do presidente da Câmara vereador Cicinho Melo e demais vereadores, secretárias e secretários municipais, funcionários públicos e população presente.

Na oportunidade houve a apresentação do projeto Um Ser Mulher, do CREAS, que visa a socialização, a divulgação e a conscientização dos tipos de violências, mostrando suas características, para que as mulheres se fortaleçam nesta luta.

Também teve palestras, peça teatral sobre o tema e apresentação musical promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social. 

“Estivemos hoje vivenciando mais um evento importante para as nossas mulheres, de maneira especial. O evento contou com a presença da deputada estadual Fátima Canuto, sempre atuante em defesa das mulheres. Esse sempre importante falar sobre esse tema que precisa ser debatido diariamente por todos nós”, destaca a prefeita Ceci Rocha.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias