Esportes Chulapa

Há 15 anos, um atalaiense conquistava o mundo

No dia 18 de dezembro de 2005, com direito a assistência de Aloísio Chulapa, o São Paulo superou o Liverpool e sagrou-se tricampeão mundial.

18/12/2020 15h07 Atualizada há 4 semanas
584
Por: Phablo Monteiro Fonte: Fotos: Arquivo Histórico do São Paulo Futebol Clube
Aloísio Chulapa comemorando o tricampeonato mundial do são Paulo.
Aloísio Chulapa comemorando o tricampeonato mundial do são Paulo.

Há exatamente 15 anos, com passe do atalaiense Aloísio Chulapa para o gol de Mineiro e atuação espetacular de Rogério Ceni, o São Paulo vencia o Liverpool por 1 a 0 e conquistava o mundo pela terceira vez!

O gol foi aos 27 minutos da etapa inicial. Fabão tocou para Aloísio, na intermediária. O atacante ajeitou a bola com categoria no peito e de pé direito lançou a bola por cima da marcação. E lá já esperava Mineiro, que avançou livre, dominou a bola e tocou rasteiro no canto direito, deslocando o goleiro. Gol do São Paulo!

"Brinquei que fui um Ronaldinho paraguaio e o Mineiro teve a frieza do baixinho Romário (risos). A gente treinava bastante e fazia este posicionamento. Quando dominei a bola, o neguinho (Mineiro) passou gritando. Já tentei dar este passe umas 100 vezes e não consigo mais. Deu certo na primeira vez", comentou o sempre bem-humorado Aloísio Chulapa em entrevista ao Site Oficial do São Paulo, em 2015.

Em recente postagem em suas redes sociais, Aloísio lembrou o título e destacou que levou o nome de Atalaia para o mundo. “Levei o nome da minha terra querida Atalaia pra o mundo todo, onde ela é conhecida. Deus, meu pai e minha mãe me fez em Atalaia, eu sou atalaiense e ninguém me tira dela. Só vou embora dela quando Deus me levar de volta. Respeito a minha historia, onde eu cheguei, com talento, garra, humildade, vencedor. Meu sonho é que apareça outro atalaiense para dar continuidade e levar o nome da minha terra querida para o mundo  todo”, destacou o campeão e ídolo do esporte atalaiense.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias