Cidade Lei Aldir Blanc

Secult alega tempo insuficiente para repasse do auxílio cultural. Artistas divulgam nota de repúdio

Preocupação da classe artística é que o recurso retorne para os cofres da União, no dia 1 de janeiro de 2021, caso não seja repassado ainda este ano.

15/12/2020 16h28 Atualizada há 1 mês
283
Por: Phablo Monteiro
Auxílio emergencial cultural.
Auxílio emergencial cultural.

Continua o impasse com relação a distribuição dos recursos da Lei Aldir Blanc no município de Atalaia. A lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural e busca apoiar profissionais da área que sofreram com o impacto das medidas de distanciamento social por causa do coronavírus.

Após a Secult informar no final de novembro, em suas redes sociais, que estava entrando em contato com os artistas e fomentadores de cultura para realizar as inscrições antes do encerramento do prazo (01/12), pois o repasse seria feito em uma única parcela no mês de dezembro, uma nova nota divulgada na manhã desta terça-feira (15), informou que não haveria mais tempo hábil para repassar os valores esse ano.  

“O tempo foi insuficiente para que pudéssemos, nessa gestão, beneficiar os artistas e espaços culturais que sofreram nesse período pandêmico. Infelizmente, não há mais tempo hábil para reabertura. Contudo, o recurso permanece em conta e, diante do quadro de saúde com a volta de casos de Corona vírus em caso de prorrogação pelo Ministério da Cultura, poderá ser utilizado pela próxima gestão”, destaca a nota.

A nota foi recebida como um balde de água fria pela classe artística de Atalaia, que vinha se mobilizando nos últimos dias para buscar mais esclarecimentos.

Os artistas que contavam com esse recurso ainda este ano, emitiram uma nota de repúdio, classificando como um descaso a postura diante da classe. Confira a nota na íntegra:

“Os artistas de Atalaia, consagrados em músicos, artesãos, produtores, dançarinos, escritores, poetas, artistas plásticos, atores e os mais diversos fomentadores, vem por meio desta nota repudiar a postura da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Prefeitura Municipal de Atalaia de descaso dado a todos que se comprometeram e se esforçaram para se fazer presente no processo da Lei Aldir Blanc.

Solicitamos transparência nos atos, um resultado a nossas inscrições e que haja movimentação para que os processos devidamente legais, sejam contemplados.

O direito à Cultura é constitucional, e nos negar isso faz desse governo municipal indecente com sua história, seu povo e seu comprometimento com a democracia”.

A preocupação dos que se inscreveram para receber esse auxílio é que o recurso retorne para os cofres da União, no dia 1 de janeiro de 2021.

CONFIRA LOGO ABAIXO A NOTA NA ÍNTEGRA DIVULGADA PELA SECULT ATALAIA:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Prefeitura M. de Atalaia/AL (@prefeituraatalaia)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias