Cultura Encontro Musical

Jovens atalaienses usam praça para promover a diversidade musical em Atalaia

Com muita música boa, encontro musical levou cultural para a noite atalaiense.

08/12/2020 16h20 Atualizada há 1 mês
667
Por: Phablo Monteiro Fonte: Fotos: Aual Produtora
A cantora Alice Vieira se apresentando no encontro musical.
A cantora Alice Vieira se apresentando no encontro musical.

Uma iniciativa de jovens músicos de Atalaia proporcionou uma noite com muita música boa e de qualidade para as famílias atalaienses, neste último domingo (6). O primeiro encontro desse projeto pioneiro no município, aconteceu na Praça Aristides Lopes Agra, conhecida como Praça do Zé do Pedrinho, localizada no bairro José Paulino.

Além de oferecer qualidade e diversidade musical através desta arte que emociona, alegra, conforta e preenche a alma, o projeto busca dar oportunidades aos jovens atalaienses mostrarem seus talentos.

Cj, Lucas Wolf, Paulo Rick, Angélica Nunes, Pedro Dennis, Alice Vieira, Vick Makenz e Rhael Azevedo foram os artistas da terra responsáveis por transformar a praça em um verdadeiro palco musical, proporcionando um grande show gratuito a todos que foram prestigiar o evento.

Na produção musical: Angélica Nunes e Pedro Dennis. Na produção audiovisual: João Mendonça, através da AuAl Produtora, responsável pelas filmagens e fotografia. Wellington Ferreira foi responsável pelo acústico junto com Pedro Dennis e Lucas Wolf.

Este primeiro encontro foi apenas um teste para futuras apresentações, que já estão sendo planejadas pelos artistas.

“O projeto foi muito abraço e isso incentiva ainda mais esses jovens artistas a mostrar ainda mais seus talentos. O resultado foi muito gratificante, e novas edições já são planejadas, com características ainda mais sofisticadas e evoluídas”, comenta João Mendonça.

Para o jovem produtor audiovisual, esses eventos servirão de oportunidade para fomentar esta arte no município. “Foram apresentações dos mais diversos gêneros, desde o rap, passando pelo pop, mpb, sertanejo até o rock. Toda essa diversidade contagiou uma energia ideal para se fomentar a arte em nossa Atalaia, principalmente em momentos como o da pandemia, que ocasionou em uma baixa nesse mercado”, concluiu. 

Os produtores e organizadores deixam uma mensagem para o público: “Esperem algo ainda maior”.

Angélica Nunes mostrou grande talento durante o encontro musical.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias