Segunda, 24 de setembro de 2018
82 9 9131 8010
Cultura

21/05/2018 às 15h52 - atualizada em 12/08/2018 às 15h52

54

Phablo Monteiro

Atalaia / AL

Com quatro representantes, Atalaia será sede da final do 3º Campeonato Alagoano de Cavalhada
Atalaia terá a honra de sediar pela primeira vez, uma etapa final do Campeonato Alagoano de Cavalhada

Neste próximo sábado (26), o município de Atalaia terá a honra de sediar pela primeira vez, uma etapa final do Campeonato Alagoano de Cavalhada, onde 12 cavaleiros, a partir das 17 horas, tomarão a pista do Parque Paulo Cesar Costa de Morais Júnior, localizado no bairro José Paulino, na disputa pelo tão almejado título. O motivo de alegria é ainda maior para a cidade que tem na Cavalhada uma de suas principais manifestações culturais, pois nesta terceira edição, um terço dos competidores são representantes de Atalaia. São eles: Júnior Vigário, André Vigário, João Vitor Calheiros e Murilo Vigário.


Além dos finalistas atalaienses, a final contará com a participação dos cavaleiros: Junior Bananeira (Joaquim Gomes), João Paulo Acioly (Satuba), Robert (Rio Largo), Geraldo Jackson (Capela), Ruitemberg (Coqueiro Seco), Ricardinho (Maceió), Renildo Calheiros (Murici) e Adalberto Calheiros (Messias).


O evento tem o apoio total da Prefeitura de Atalaia, através do prefeito Chico Vigário, ex-cavaleiro e que também é um dos grandes incentivadores deste folclore, ajudando a manter viva uma tradição que movimenta a cidade de Atalaia em várias épocas do ano, trazendo retorno positivo não apenas para a cultura, mas ao turismo e economia.


O prefeito Chico Vigário será um dos homenageados, tendo seu nome colocado no troféu do segundo lugar. O troféu do primeiro lugar irá homenagear o prefeito Jarbas Maia de Omena Filho, prefeito de Messias e o troféu do terceiro lugar irá homenagear o cavaleiro Deraldo Prado, de Santa Luzia do Norte. Do quarto ao décimo segundo lugar, todos receberão troféu pela participação.


Um dos representantes da cidade nesta final, o cavaleiro Júnior Vigário, destaca a honra e a satisfação de representar Atalaia. “É uma grande honra, ainda mais por ser matinador da grande final, junto com o meu parceiro André Vigário e disputar esta final aqui em Atalaia. Tenho o maior orgulho em fazer parte deste folclore, pois é uma tradição que vem desde o meu saudoso avô, Luiz Vigário, passando pelo meu pai Chico Vigário e pelo meu tio Fernando Vigário, nossos grandes incentivadores. Muito feliz em saber que dos 12 finalistas, 4 são de Atalaia e quero aproveitar a oportunidade para convidar a todos os atalaienses e de demais cidades de Alagoas, para prestigiarem essa grande festa”, comentou Júnior Vigário.


O presidente da comissão organizadora da competição, o vereador Fernando Vigário, que também participou da competição como cavaleiro, fez questão de agradecer o apoio de todos no sucesso de mais uma edição da competição.


“Só temos que agradecer a todos que se juntaram e nos ajudaram a resolver todas as pendências na realização deste evento, nos ajudando a manter vivo esse folclore. Particularmente, já são 46 anos de pista e fico muito feliz em saber que estamos entrando para a historia de Atalaia e para a historia de Alagoas. Como morador do Distrito Santo Antônio, gostaria de destacar esse fato, pois foram três os classificados, o Júnior, o André e o Murilo, representantes da família Vigário, que vive um momento de tristeza com a perda da matriarca da família, Dona Ceci Vigário, mas que essa representatividade nos remete com felicidade à memória do nosso saudoso pai, o Luiz Vigário, grande cavaleiro e grande incentivador da Cavalhada. Quero convidar a todos de Atalaia e demais cidades, para prestigiarem essa grande festa e nos ajudar a fortalecer ainda mais o folclore da Cavalhada. É um trabalho sério que ficamos muito felizes em realizar”, frisou Fernando.


Fernando Vigário destacou ainda que a luta é para transformar a Cavalhada em um patrimônio imaterial e cultural do Estado de Alagoas. “A Cavalhada vive um momento impar, com participações em grandes festas expressivas. Destaco aqui a iniciativa do deputado estadual Davi Davino Filho, que de forma espontânea, editou um Projeto de Lei tornando a Cavalhada um patrimônio imaterial e cultural do Estado de Alagoas. Isso muito nos orgulha e nos alegra em continuar nesta luta. Sou um dos mais velhos na Cavalhada e fico muito feliz em saber que vou vê quatro cavaleiros se destacando pela sua juventude, que são o João Paulo de Satuba, o Robert de Rio Largo e da cidade de Atalaia o João Vitor e o Murilo Vigário. Valores novos, que nos faz ter a missão de passar adiante a responsabilidade de conduzir esse folclore”, concluiu.


Um personagem importantíssimo na realização deste evento é o atalaiense Acarí, lanceiro que há anos vem se destacando na Cavalhada, levando o nome da cidade para os quatro cantos do Estado de Alagoas. Com muito amor ao folclore, se transformou em uma figura conhecida a nível estadual, sendo considerado o melhor lanceiro de Alagoas.


3º Campeonato de Cavalhada de Alagoas


A terceira edição do Campeonato Alagoano de Cavalhada contou a representação de 14 cidades do Estado: Capela, Atalaia, Pilar, Messias, Rio Largo, Murici, Branquinha, Flexeiras, São Miguel dos Milagres, Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco, Maceió, Satuba e Joaquim Gomes.


Esta edição foi dividia em etapas regionais. A primeira etapa regional foi disputada em Satuba (Satuba, Maceió, Coqueiro Seco e Santa Luzia do Norte). A segunda etapa, foi realizada na cidade de Atalaia (Atalaia, Capela e Pilar). A terceira etapa regional, aconteceu em Rio Largo (Rio Largo, Messias, Maceió, São Miguel dos Milagres e Joaquim Gomes). Por fim, a quarta etapa aconteceu em Murici. Em cada etapa, se classificaram seis cavaleiros.


Os 24 cavaleiros classificados participaram de um sorteio que definiu os participantes de duas etapas semifinais, que contou com 12 cavaleiros em cada.


A primeira semifinal aconteceu em Branquinha, onde se classificou os cavaleiros Júnior Vigário, André Vigário, Robert, Geraldo Jackson, Renildo Calheiros e Adalberto Calheiros. A segunda semifinal, foi realizada neste último sábado, na cidade de Satuba, onde se classificaram os cavaleiros João Vitor, Murilo Vigário, Ruitemberg, Junior Bananeira e Ricardinho e João Paulo.


O campeonato é organizado pelo vereador de Atalaia e também cavaleiro, Fernando Vigário, que conta na comissão organizadora com a participação de Ronaldo Barros, de Capela, entre outros.


“Vamos continuar a luta e a cada ano modificamos algumas coisas, até que a gente alcance um patamar ideal de disputa licita e pautada dentro de um regulamento. Então, no ano que vem já estamos alinhavado em mente algumas mudanças e se deus quiser e nos permitir, estaremos ao lado do Dr. Ronaldo, editando esse regulamento e abriremos as inscrições no final do ano. Acredito que precisamos começar a competição mais cedo, para não pegarmos o período de chuvas e evitar transtornos como o da etapa de Santa Luzia do Norte, que teve que ser suspensa e transferida para a cidade de Satuba”, comenta Fernando Vigário.


Curiosidade


A Cavalhada é um folclore que passa de geração para geração. Mais tradicional folclore do município, Atalaia conta em sua historia com grandes cavaleiros, entre eles o Major Moço e o ex-prefeito Luiz Vigário. O último, talvez, tenha sido o que mais deixou enraizada essa paixão, pois filhos, netos e bisnetos ainda mantêm viva essa prática cultural em Atalaia. Na final que será realizada neste próximo sábado, serão três representantes da família Vigário, sendo que um pai e um filho estarão pela primeira vez, juntos em uma etapa final. Trata-se dos cavaleiros André e Murilo Vigário.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium