Câmara Municipal Casa de Cultura

Vereador Quinho solicita do Governo do Estado informações sobre o prédio da Casa de Cultura de Atalaia

O vereador tem sido um dos nomes engajados, desde o final de 2016, nesta batalha pela reativação desse espaço cultural na cidade de Atalaia.

30/03/2017 07h31
2.126
Por: Phablo Monteiro
Vereador Quinho do Portão.
Vereador Quinho do Portão.

Em pronunciamento realizado na última sessão da Câmara Municipal de Atalaia, dia 28, o vereador Quinho do Portão cobrou do Governo de Alagoas um posicionamento sobre a real situação do prédio da Casa de Cultura de Atalaia. 

“Solicitei da Câmara que envie um oficio ao Governo de Alagoas para saber os detalhes que envolvem aquele prédio da Casa de Cultura, pois como sabemos, há um grande anseio da população para que ele seja reformado”, destacou Quinho.

Segundo o vereador, a urgência de um posicionamento se deu por conta de uma visita realizada na manhã desta terça-feira (28), de uma equipe de técnicos do DETRAN ao prédio da Casa de Cultura, para a realização de um laudo técnico, já que haveria uma intenção do Estado de instalar naquele prédio, uma agência de atendimento.

“Durante a visita os profissionais nos questionaram sobre se seria interessante à instalação do DETRAN naquele prédio e de imediato, tanto eu como os outros atalaienses que fazem parte do grupo pela reativação daquele patrimônio histórico, dissemos que o desejo dos nossos munícipes é que a Casa de Cultura volte a funcionar naquele espaço”, enfatizou o vereador Quinho.

O vereador Quinho do Portão tem sido um dos nomes engajados, desde o final de 2016, nesta batalha pela reativação desse espaço cultural na cidade de Atalaia.

Ainda durante seu pronunciamento, o vereador solicitou da Secretaria Municipal de Infraestrutura, a reposição de lâmpadas led no Povoado Boca da Mata e na localidade de Sucupira.

    * O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
    Ele1 - Criar site de notícias