Política Em Atalaia

Inconfidência eleitoral

Artigo conta um causo eleitoral ocorrido na cidade de Atalaia na década de 60.

02/07/2020 11h23 Atualizada há 1 mês
607
Por: Phablo Monteiro Fonte: Aílton Villanova - Jornal Tribuna Hoje
Inconfidência eleitoral.
Inconfidência eleitoral.

O caso abaixo relatado verificou-se aí pelos idos de mil novecentos e antigamente, época em que o Título Eleitoral trazia além da qualificação do usuário, a sua fotografia. Media quase um quarto de página de jornal. Também tinha as assinaturas do portador e da autoridade da jurisdição eleitoral.

Isto posto, vamos ao fato.

Dia 3 de outubro, dia da eleição, o movimento era grande em Atalaia. Uma festa cívica digna de registro. O saudoso Valmir Calheiros, ilustre filho da cidade e já introduzido nos meios jornalísticos, estava estreando como mesário. Popularíssimo em Atalaia, quando morreu contabilizava mais de trezentos compadres, entre eles o amigo Antônio Pedro.

Na época, entre os candidatos à Prefeitura, encontrava-se o ex-deputado José Lopes Duarte, o saudoso Zeca Lopes, que já tinha sido alcaide atalaiense. Bom papo, grande tribuno, Zeca Lopes despontava como o preferido do eleitorado.

Quase perto do meio-dia, o movimento nas secções eleitorais ainda era grande. Naquela onde o colega Valmir Calheiros distinguia-se como secretário, coincidentemente votava o seu compadre Antônio Pedro. Em dado momento, eis que ele se apresenta ao presidente da mesa para cumprir o seu dever cívico. Pega uma cédula de votação com o presidente e parte resoluto para a chamada “cabine indevassável”. Havia uns dez minutos que seu Antônio lá se encontrava. Quinze minutos, vinte minutos e o povo na fila começou a reclamar:

- Vai acabar hoje, meu amigo?

- Mas que demora é essa rapaz?

Antônio Pedro coçava a cabeça, rasgava papel e nada de sair o voto. Daí a pouco, ele perdeu a paciência, esticou o pescoço pra fora da cabine e gritou:

- Ô cumpade Varmi, venha aqui m’insiná cuma siscreve dereito o nome do nosso candidato Zeca Lópis!

Por causa dessa inocente manifestação, alguns radicais adversários do candidato andaram querendo anular a eleição em Atalaia. Só que Zeca Lopes tinha tido uma votação estrondosa e inquestionável, “cinco vezes” mais que todos os adversários juntos.

* Artigo do Jornalista Aílton Villanova, publicado no Jornal Tribuna Hoje, em 10 de abril de 2016.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias