Câmara Municipal #FiqueEmCasa

Vereador Quinho faz reflexão sobre o momento em que vivemos e as dificuldades de vencer esse inimigo invisível

Atalaia é um das cidades alagoanas mais atingidas pelo novo coronavírus.

14/06/2020 13h52 Atualizada há 18 minutos
450
Por: Phablo Monteiro
Vereador Quinho do Portão.
Vereador Quinho do Portão.

Nós atalaienses assistimos com tristeza o avanço do número de casos de pessoas diagnosticadas com Covid-19 em nosso Estado e em nosso município. Com informações deste sábado, Atalaia é a oitava cidade alagoana mais atingida por este inimigo invisível, com seis óbitos registrados. 

Sabemos que uma parte da população está agindo de for sensata, de forma consciente neste momento difícil, obedecendo às orientações das autoridades sanitárias e tomando as devidas precauções.

Mas, há também os que não ligam, que não estão “nem aí”, os que subestimam a potencialidade desse vírus e não respeitam as orientações dadas por quem estuda, pesquisa e conhece a sua profissão, as autoridades em Saúde.

É que falta mais espírito de solidariedade, falta mais amor ao próximo, falta entender que se todos tivermos a humildade de reconhecer que precisamos valorizar a vida e priorizar o coletivo, o número de contaminação tende a cair drasticamente, dando fôlego ao sistema de Saúde atender a todos que dele precisar.  

Como infelizmente essa consciência de todos é quase um sonho distante da realidade, que os nossos Governantes disponibilizem mais leitos de UTI, para que esse atendimento não venha faltar, para que não chegue ao ponto de escolher quem deve ser socorrido e que não deve, o que é algo terrível e desumano. 

Só nos resta pedir a Jesus, e que bom que temos suas mãos para nos socorrer, para que tenha misericórdia de todos nós e do mundo, mesmo que se tenha revelado mais comum entre a população, a ambição e o egoísmo. 

Precisamos unir forças para que possamos sair dessa crise mais fortes como pessoas, como profissionais, como atalaienses, como alagoanos e como nação!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias